Casal é preso por tráfico em Espera Feliz na segunda-feira de carnaval

Pedras de crack, dinheiro e celulares foram apreendidos.

Publicado em 19/02/2015 - 10:40    |    Última atualização: 19/02/2015 - 15:31
 

Na última segunda-feira (16), após o fim dos eventos carnavalescos, uma guarnição da Polícia Militar de Espera Feliz realizava uma ronda no anel rodoviário da cidade, próximo à entrada para o “Morro do Valtair”, quando avistou um Fiat Uno transitando no local. A equipe identificou o motorista como sendo Gevanildo Amaral de Paula, 27 anos. Como o condutor já possui algumas passagens pela polícia, inclusive com denúncias de tráfico, os agentes militares abordaram o veículo.

O motorista estava acompanhado por sua companheira, de 25 anos, com quem vive atualmente. No interior do veículo foram encontradas duas notas enroladas como canudo, com resquícios de um pó branco, aparentando ser cocaína. A mesma substância foi encontrada escondida na tampa do volante. Também foi encontrado R$ 1.395,00 numa bolsa escondida junto ao extintor de incêndio, e duas garrafas de bebida. A mulher trazia consigo a quantia de R$ 172,00. O condutor foi submetido ao bafômetro e o resultado indicou consumo de álcool (0,45 MG/L).

Como o suspeito é alvo de denúncias de tráfico, os policiais questionaram-no sobre a existência de mais drogas em sua residência. Gevanildo negou e disse ser apenas usuário, e autorizou que os militares entrassem em sua residência para verificar. Já no local, sua companheira entregou um invólucro plástico contendo o que parecia ser uma pedra de crack. Sobre a geladeira, os policiais encontraram uma sacola contendo uma pedra 20 vezes maior da mesma substância que havia sido entregue pela suspeita.

Na continuidade das buscas, foram encontrados alguns pedaços de sacolas rasgadas com vestígios de substâncias aparentando ser drogas. No guarda-roupas foi encontrada uma sacola com diversos carregadores de celular de várias marcas diferentes. Também foram localizados dois aparelhos celulares que o suspeito alegou serem de suas duas filhas.

Continua após a publicidade...

BENS DO CASAL SÃO INCOMPATÍVEIS COM A RENDA QUE POSSUEM

Questionado sobre a origem do dinheiro que trazia no veículo, Gevanildo disse ter recebido como pagamento pelo tempo que trabalhou na roça com seu cunhado e afirmou que atualmente trabalha em uma serralheria. Contudo, os valores encontrados no carro ultrapassavam a quantia que o suspeito disse ter recebido pelo trabalho na roça.

Além disso, de acordo com os registros policiais, a residência do casal possui móveis, eletrodoméstico e produtos eletrônicos com valores incompatíveis com a renda de Gevanildo. A casa onde moram é alugada e o casal possui duas filhas de quatro e seis anos de idade. A mulher disse não ter emprego e, portanto, todo o sustendo advém de seu amásio.

Enquanto a equipe policial ainda realizava as buscas na residência do casal, o celular de Gevanildo recebeu uma mensagem dizendo “Tem como 50 reais“.

Em setembro de 2014, Gevanildo havia sido conduzido à delegacia de Espera Feliz acusado de ter pagado a uma pessoa para levar maçãs “recheadas” com chips de celular para serem entregues a um detento que cumpria pena por tráfico. Ele recebeu voz de prisão por tráfico de drogas, associação para o tráfico e embriaguez ao volante. Sua companheira recebeu voz de prisão por tráfico de drogas e associação para o tráfico.

Da redação do Portal Espera Feliz.


  • JOSE EDUARDO VIEIRA DE SOUZA
    conhecido como EDUARDO CAWBOY

    ✰25/07/1965     ✞24/01/2022

    O corpo está sendo velado no(a) CAPELA VELÓRIO VIDA DE ESPERA FELIZ e será sepultado às 12:00 horas do dia 25/01/2022 no cemitério MUNICIPAL, em GUAÇUÍ

  • Plano Assistencial Familiar Vida

    Rua João Alves de Barros, 277
    Centro - Espera Feliz - MG

    (32)3746-1431

    Plantões
    (32) 98414-4438 / (32) 98414-4440

Clique aqui e veja mais