Paulo Faria

Este é um artigo ou crônica pessoal de Paulo Faria.
Não se trata de uma reportagem ou opinião do Portal Espera Feliz.

Redação do Enem 2019 e o coro dos descontentes

Deve ser uma tortura para um aluno do Ensino Médio tentar juntar as palavras “democracia” e “cinema” e redigir um texto de 30 linhas com uma argumentação minimamente coesa se a vida inteira ele aprendeu na escola um conceito torto sobre democracia e nada sobre cinema.

Já não é nenhuma surpresa que a cada edição do Exame Nacional do Ensino Médio seja envolvida em polêmica, e isso não seria diferente em 2019. E as polêmicas sempre giram em torno de questões supostamente “ideológicas” ou do tema da redação que entra ano e sai ano é sempre considerada por muitos alunos e professores como “difícil”, “irrelevante” ou “inesperado”; mas neste ano tivemos um ingrediente a mais: como agora o Brasil vive sob a égide de um governo “fascista”, qualquer tema que caísse despertaria sem a menor sombra de dúvida a ira cacofônica dos insatisfeitos.

Mas afinal, há alguma coisa de errado com o tema “Democratização do acesso ao cinema no Brasil”? Nada. Zero. Pelo contrário, o tema é muito interessante e relativamente fácil se comparado ao tema exposto em 2018: “Manipulação do comportamento do usuário pelo controle de dados na internet”.

É clichê, mas o óbvio e o que muitos teimam em ignorar é que o problema está, na verdade, no nosso maravilhoso sistema de ensino público, pois vamos combinar: deve ser uma tortura para um aluno do Ensino Médio tentar juntar as palavras “democracia” e “cinema” e redigir um texto de 30 linhas com uma argumentação minimamente coesa  se a vida inteira ele aprendeu na escola um conceito torto sobre democracia e nada sobre cinema.

Por isso, não é de se estranhar que milhares de jovens que têm no currículo apenas textos lacradores do Quebrando o Tabu, Catraca Livre e Gregório Duvivier tenham se surpreendido com o tema ou encontrado dificuldade. É só a matemática da obviedade batendo à porta.

Engana-se quem pensa que esse é um drama que acomete apenas alunos do Ensino Médio. Não é. Sem generalizações, basta visitar uma sala de aula de uma turma de Humanas, principalmente História e Sociologia, e perguntar o que é Nouvelle Vague, Cinema Novo, Boca do Lixo e quem é Truffaut. É bem provável que alguém responda respectivamente que se trata de sinônimos de novelo e tela nova, uma música da Sandra de Sá e uma palavra em francês pra designar ‘trufas’. E se tragédia pouca é bobagem, o restante que vocifera enfaticamente que o tema do Enem de 2019 “não tem profundidade” ou não cumpriu seu “papel social” faz parte da galeria dos que entoam o coro dos descontentes sobre qualquer coisa ou movimento que o atual governo faça. Já que para estes não existe salvação só resta esperar pelo choro coletivo do ano que vem.

Por Paulo Faria.

Sobre Paulo Faria

Paulo Faria tem um montão de anos, é um amante do cinema de horror, rock ‘n’ roll e das artes em geral. É professor por formação, humorista por conveniência, músico por obsessão e escritor por aspiração.


Cultura

Encenação da ‘Paixão de Cristo’ de 2020 será no Parque de Exposições

Além da mudança de local, evento trará atores de renome nacional e novas atrações para o público.

Incêndio

Carro da saúde de Caiana pega fogo a caminho de PSF

Ainda não se sabem as causas do incêndio.

Perigo

Criança leva formicida para escola pensando ser chocolate

Professora viu a tempo de evitar uma tragédia.

Farley Rocha

Os cheiros da cidade

Basta inspirar profundo para sentirmos a cidade invadir nossos pulmões .

Paulo Faria

Redação do Enem 2019 e o coro dos descontentes

Deve ser uma tortura para um aluno do Ensino Médio tentar juntar as palavras “democracia” e “cinema” e redigir um texto de 30 linhas com uma argumentação minimamente coesa se a vida inteira ele aprendeu na escola um conceito torto sobre democracia e nada sobre cinema.

Acidente

Família de casal morto em Espera Feliz explica as causas do acidente

Família busca esclarecer os fatos por conta de suposições a respeito do acidente.

Homicídio

Com ajuda do filho, homem mata irmão em Carangola

Vítima foi baleada e chegou a ser socorrida com vida.

Abuso infantil

Mãe abandona filhos na creche em Espera Feliz

Mulher deixou as crianças pela manhã e não voltou para buscar.

Notícias

Estúdio de Tatuagens ARTE NO CORPO comemora sete anos com prêmio de excelência em sua categoria

Estúdio foi o mais votado em pesquisa popular de Espera Feliz.

Assalto

Ônibus com comerciantes de Espera Feliz é assaltado a caminho de São Paulo

Polícia tenta identificar passageira que teria ajudado no assalto.

  • OLIRA GONÇALVES DA SILVA

    ✰08/10/1925     ✞22/11/2019

    O corpo está sendo velado no(a) CAPELA VELÓRIO VIDA DE CARANGOLA e será sepultado às 11:00 horas do dia 23/11/2019 no cemitério JARDIM DA PAZ - CARANGOLA MG, em CARANGOLA-MG

  • ITELVINO FIDELIS CARNEIRO
    conhecido como VINO

    ✰05/08/1944     ✞22/11/2019

    O corpo está sendo velado no(a) CAPELA MUNICIPAL DE ALVORADA e será sepultado às 09:00 horas do dia 23/11/2019 no cemitério MUNICIPAL DE ALVORADA, em ALVORADA, DISTRITO CARANGOLA-MG

  • GILIANE DA SILVA ROSA

    ✰22/03/1983     ✞20/11/2019

    O corpo está sendo velado no(a) CAPELA MORTUÁRIA DO PLANO VIDA e será sepultado às 08:00 horas do dia 22/11/2019 no cemitério SAO JOAO BATISTA, em ESPERA FELIZ

  • Plano Assistencial Familiar Vida

    Rua João Alves de Barros, 277
    Centro - Espera Feliz - MG

    (32)3746-1431

    Plantões
    (32) 98414-4438 / (32) 98414-4440

Clique aqui e veja mais

Portal Espera Feliz