Gustavo Almeida

Este é um artigo ou crônica pessoal de Gustavo Almeida.
Não se trata de uma reportagem ou opinião do Portal Espera Feliz.

Fiquem chocados: estou ansioso para as Olimpíadas

Os problemas do Brasil não são culpa das Olimpíadas.

Vou confessar algo chocante para o mundo das redes sociais brasileiras: estou ansioso pro início das olimpíadas!

Se fosse em outro país, eu ia estar ansioso do mesmo jeito! Não suporto esse complexo de vira-latas que adora reclamar de tudo só porque “é de casa”. É olimpíada no meu país, porra!!! Se fosse na Argentina, a maioria desses que criticam e reclamam estariam lá babando ovo e reclamando que “o Brasil não consegue trazer um evento desses pra cá”.

Pois bem. O Brasil trouxe!
Daqui dois dias começa o maior evento esportivo do planeta, aqui em nosso país!!!

Não tem a ver com governo.
Não tem a ver com nossa corrupção sistêmica.
Não tem a ver com a Dilma, nem com o Temer e nem com o PT.
Não tem a ver com a Lava-jato.
Não tem a ver com a falta de estrutura básica na nossa saúde, segurança e educação.

– Ah, Gustavo… Mas a grana da olimpíada construia uma tonelada de escolas e hospitais!

Sim, construía… Mas até uns anos atrás, não tinha olimpíada. E quantos desses hospitais e escolas foram construídos? Se não tivéssemos olimpíadas, teríamos algum leito a mais em algum hospital? Teríamos algum professor melhor amparado pelo Estado em alguma escola?

A resposta é embaraçosa e sabemos que é “não”. Não fossem as olimpíadas, a grana teria sido roubada de outra forma. É só abrir qualquer jornal e ver que não faltam maneiras de se levar o dinheiro público. Até mesmo aquele vereador, seu chegado, que arruma um carro ou uma gasolina pra te levar numa consulta ou num passeio em algum lugar, faz parte destes desvios. Ou você acha que ele realmente gasta dinheiro do próprio bolso, sem ser muito bem ressarcido depois, só porque é seu chapa???

– Porra, Gustavo!!! Tá dizendo que devemos aceitar e conviver com a roubalheira e pronto???

Não, idiota!!! Estou dizendo que a culpa dos problemas do Brasil não passa nem perto de ser das olimpíadas!

No entanto, como somos um povo folgado, acomodado e que só gosta de valorizar o que vem de fora do país, achamos mais fácil fazer beicinho e discursar contra a Olimpíada. Como se os atletas e turistas do mundo inteiro que estarão aqui fossem os culpados por nossa miséria.

O Comitê Olímpico Internacional não veio aqui obrigar o Brasil a fazer essa porra! Nós é que fomos lá implorar pra eles fazerem aqui! E sim, fomos nós! Nossos governantes, legitimamente escolhidos por nós, para nos representar.

– Ah, mas eu sou fodão! O arauto da mente politizada! E como sou foda e não sou bobo, não votei em filho da puta nenhum!

Foda-se! O resto do país votou e você faz parte dele! Não concorda? Mude-se pra um país onde não exista governos e nem eleições.

A hora de reclamar sobre trazer os jogos olímpicos pra cá era há alguns anos atrás, quando o Brasil resolveu se candidatar. Mas, nessa hora, você estava ocupado demais, provavelmente se indignando com alguma outra coisa que você nem lembra mais, e compartilhando nas redes sociais da época.

– Ah, mas eu acho esporte uma bobagem! O mundo precisa olhar pras criancinhas morrendo de fome na África, antes de pagar milhões pra um bando de “desocupados” chutar uma bola, apostar corrida, pular a cavalos e etc…

Uhn… E os milhões gastos nos filmes que você assiste? Ou nas séries? Ou nos programas de TV? (da TV americana, eu sei! Do Brasil, nada presta, né?) Esses milhões não fazem falta na África?

Não gostar de esporte é uma justificativa excelente para não assistir a uma Olimpíada. Mas é uma desculpa de idiota para ficar reclamando de uma Olimpíada.

Eu, por exemplo, não gosto de programas de TV falando sobre maternidade e paternidade. Mas seria estúpido da minha parte ficar reclamando da existência desses programas. Eu não gosto e apenas não assisto.

Mas se você tem um mínimo de interesse em algum evento esportivo, gosta de assistir a alguma competição e estaria de olho nos jogos olímpicos se estivessem acontecendo em outro país, mas está aí criticando e reclamando só porque é aqui no Brasil, então não me leve a mal, mas, pra mim, você é só mais um idiota propagador do complexo de vira-latas do brasileiro.

– Não, Gustavo! Eu sou é politizado! Sou diferentão inteligente! Não concordo com as Olimpíadas no Brasil! Me recuso a comemorar alguma coisa com o país nessa situação calamitosa em que se encontra. Não temos motivo para fazer festa.

OK. Direito seu. Mas lembre-se deste discurso antes de comemorar seu aniversário, antes de ir a uma festa, antes de se divertir onde quer que seja, pois esse seu discurso, se não for hipocrisia ou viralatismo, quer dizer que você não aceita uma desculpa pra festejar ou ser feliz, enquanto houver algum problema no país.

E neste caso, amigo… Desejo-lhe boa sorte, pois você vai ficar ainda por muitos e muitos anos fazendo questão de não ser feliz com nada.

Por Gustavo Almeida.

Siga o Gustavo Almeida no Facebook.

Sobre Gustavo Almeida

Gustavo Almeida é estudante de Direito, microempresário, programador (mas não é NERD!) e, nas horas vagas, publica suas opiniões sobre assuntos diversos, mesmo que ninguém tenha perguntado ;-P


Enchente

Prefeitura de Espera Feliz encerra atividades pós-enchente no Seminário

Segundo a prefeitura, todas as famílias já voltaram para suas casas.

Solidariedade

Elias, do “Forrozuá”, doa acordeon para o Ronaldinho

Músico de rua havia perdido seu instrumento na enchente.

Notícias

Espera Feliz é referência na produção de cafés especiais

Agricultores familiares de Espera Feliz viram referência na produção de cafés especiais.

Paulo Faria

O politicamente incorreto na sociedade brasileira

Este texto contém palavrões, é politicamente incorreto, ofensivo, contêm ironias, sarcasmo, está recheado de generalizações e, portanto, não é recomendado para pessoas sensíveis, justiceiros sociais, patrulheiros ideológicos, ativistas, militantes e mimizentos em geral.

Farley Rocha

São Sebastião

Por ser Santo, simplesmente ilumina. Por isso, sabe que os tambores da Major Pereira à sua frente, as orações quase-meditação do Centro Kardecista à direita e os cânticos de louvor da Presbiteriana à sua esquerda são diferentes canais de um mesmo fluxo ecumênico.

Publieditorial

Autoescola Globo inova e provas teóricas serão eletrônicas

Alunos agora farão simulados e as provas de forma eletrônica.

Pricila Magro

O que a enchente arrancou de nós?

Alguns objetos estavam ali ocupando um espaço desnecessário e demandando uma energia inútil de nós.

Enrique Natalino

A Reconstrução de Espera Feliz

Com confiança, trabalho, fé e energia, os esperafelicenses reconstruirão a sua cidade tijolo por tijolo, ainda mais unida, solidária e forte.

Solidariedade

Cantor Anderson Freire visita Espera Feliz e traz doações para as vítimas da enchente

Artista gospel trouxe camas e fogões para doar às vítimas.

  • Plano Assistencial Familiar Vida

    Rua João Alves de Barros, 277
    Centro - Espera Feliz - MG

    (32)3746-1431

    Plantões
    (32) 98414-4438 / (32) 98414-4440

Clique aqui e veja mais

Portal Espera Feliz