Estudante de Espera Feliz ganha prêmio nacional de poesia

Sua poesia foi a primeira colocada no concurso com participantes de todo o país.

Publicado em 28/10/2015 - 14:40    |    Última atualização: 28/10/2015 - 14:40
 

20151027163859_556O jovem Mateus Augusto, aluno do 9º ano da Escola Municipal Álvaro de Sá Barbosa, na Vargem Alegre, zona rural de Espera Feliz, recebeu o Prêmio Nacional de Melhor Poesia do Projeto do Ministério Público do Trabalho nas Escolas.

O projeto consiste num conjunto de ações voltadas para a promoção de debates nas escolas de ensino fundamental, sobre os temas relativos aos direitos da criança e do adolescente, com foco na prevenção e erradicação do trabalho infantil e a proteção do adolescente trabalhador. Ele é executado em todos os estados do país, mediante parcerias entre o Ministério Público do Trabalho e as Secretarias Municipais de Educação.

PREMIAÇÃO NACIONAL

Serão premiados os 4 (quatro) trabalhos inscritos na etapa nacional do Prêmio MPT na Escola que obtiverem as maiores notas de cada categoria, somados os pontos atribuídos pela respectiva subcomissão julgadora.

Continua após a publicidade...

O valor total do prêmio será de R$200.000,00, sendo R$50.000,00 para o melhor trabalho de cada categoria, assim divididos:

a) R$5.000,00 para o(a) aluno(a)
b) R$10.000,00 para o professor(a)
c) R$10.000,00 para coordenador(a) municipal do projeto
d) R$25.000,00 para a escola.

A entrega dos prêmios será realizada no dia 19 de novembro, na Assembleia Legislativa, em Fortaleza-CE.

Serão custeadas as despesas com deslocamento, estadia e alimentação dos alunos, familiares, educadores, gestores escolares e coordenadores municipais do projeto, até o limite de 5 (cinco) pessoas por categoria.

Veja abaixo a poesia que rendeu a Mateus o prêmio:

RUMO À COLHEITA

Continua após a publicidade...

O dia nem bem nasceu
José já amanheceu
Pé no chão “caminho da roça”
Olha a escola! É mentira!

O dia nem entardeceu
José já anoiteceu
Esgotado da lida
Cansado da vida.

O dia ainda nem raiou
O pequeno José já acordou
De novo de pé no chão
Estudar que é bão… nada.

O dia de José
É como outro qualquer
Mas não tem livro, nem professor
Sua lição é o labor.

Um dia José aprende
A vida é dura e ensina
Sem escola não dá
Tem que crescer pra trabalhar.

“E agora, José?
A vida passou e você cresceu
É homem feito e nada aprendeu
E agora, José?”

Continua após a publicidade...

Com informações do Gazeta Regional.


  • JOVEM GUILHERME PRADO MEDEIROS

    ✰15/08/2005     ✞18/10/2021

    O corpo está sendo velado no(a) CAPELA VELÓRIO VIDA DE CARANGOLA INÍCIO AS 07:00HS e será sepultado às 10:00 horas do dia 19/10/2021 no cemitério JARDIM DA PAZ, em CARANGOLA

  • Plano Assistencial Familiar Vida

    Rua João Alves de Barros, 277
    Centro - Espera Feliz - MG

    (32)3746-1431

    Plantões
    (32) 98414-4438 / (32) 98414-4440

Clique aqui e veja mais