SOS Parque Nacional do Caparaó – Manifesto contra o Fechamento

CARANGOLA (MG) – Em reunião em Carangola, cidades começam a se mobilizar para ajudar a solucionar os problemas que o Parque Nacional do Caparaó está enfrentando. Medidas buscam evitar a redução do horário de funcionamento e garantir funcionários e recursos para a manutenção da principal unidade de conservação da região. A reunião do Circuito Turístico Pico […]

Publicado em 03/09/2013 - 10:57    |    Última atualização: 03/09/2013 - 11:09
 

CARANGOLA (MG) – Em reunião em Carangola, cidades começam a se mobilizar para ajudar a solucionar os problemas que o Parque Nacional do Caparaó está enfrentando. Medidas buscam evitar a redução do horário de funcionamento e garantir funcionários e recursos para a manutenção da principal unidade de conservação da região.

A reunião do Circuito Turístico Pico da Bandeira aconteceu no Museu Histórico de Carangola, no dia 26/08. A Chefe do Parque Nacional do Caparaó, Thais Farias Rodrigues, explicou o momento que a unidade está enfrentando. Ela ressaltou que, desde que chegou ao parque e encontrou funcionários terceirizados trabalhando em funções que não eram de contratados, relatou ao superior e fez vários ofícios solicitando mais funcionários terceirizados e servidores.

Atualmente, dos dez servidores do órgão que estão lotados no Parque, sete já podem pedir aposentadoria. Desse número, três estão trabalhando por amor a Unidade e estão praticamente aposentados. Thaís Farias disse ainda que o Parque Nacional do Caparaó tem 31 obras e apenas quatro funcionários terceirizados para a limpeza. Eles ainda trabalham os finais de semanas nas áreas de acampamento “tomando” conta de visitantes.

Continua após a publicidade...

A chefe do parque relatou que a Portaria Caparaó tinha seis vigilantes. “Além de trabalhar na portaria iam até tronqueira e, quando precisava, ao terreirão para apoiar os funcionários”, detalhou.

Agora, o ICMBio cortou um posto de vigilantes e o parque vai ter apenas quatro profissionais, divididos em dois turnos de dia e à noite. Isso inviabilizaria que saíssem do posto para acompanhar o movimento e outras atividades no parque. O parque terá que fechar às 19 horas. Atualmente o horário é até 22 horas.

APOIOS

O Presidente do Circuito Turístico Pico da Bandeira, Prefeito de Alto Jequitibá, Daniel Guimarães Sathler, se colocou à disposição da chefe do parque juntamente com os demais municípios que fazem parte do Circuito Turístico.

Ainda adiantou que será marcada uma reunião com os Secretários de Turismo de Minas e Espírito Santo para que juntos possam reivindicar soluções imediatas para o parque junto aos Ministérios de Meio Ambiente e de Turismo.

CONSELHO CONSULTIVO

Continua após a publicidade...

No mesmo dia, no Centro de Visitantes, o Consórcio Consultivo do Parque se reuniu e todos os membros demonstraram preocupações com a situação e manifestaram apoio. Várias lideranças políticas acionaram também as prefeituras da região.

O conselho é formado por prefeitos, secretários municipais e empresários do setor turístico da Região do Caparaó Mineiro.

Os participantes ficaram preocupados com a falta de recursos financeiros e de funcionários que o Parque Nacional do Caparaó vem passando nos últimos anos.

VOCÊ TAMBÉM PODE PARTICIPAR DO ABAIXO-ASSINADO VIRTUAL SOS PARQUE DO CAPARAÓ –

Com informações de José Carlos Lovantino – portalcaparao@gmail.com


  • SRª GERCY LIMA DA SILVA

    ✰01/01/1937     ✞29/11/2021

    O corpo está sendo velado no(a) CAPELA MORTUÁRIA DO PLANO VIDA COM INICIO AS 09:00HS DA MANHA DO DIA 30/11/2021 e será sepultado às 14:00 horas do dia 30/11/2021 no cemitério SÃO JOÃO BATISTA, em ESPERA FELIZ

  • Plano Assistencial Familiar Vida

    Rua João Alves de Barros, 277
    Centro - Espera Feliz - MG

    (32)3746-1431

    Plantões
    (32) 98414-4438 / (32) 98414-4440

Clique aqui e veja mais