O melhor café de Minas Gerais é produzido na Zona da Mata

A conclusão veio do Concurso de Qualidade dos Cafés, promovido pela EMATER-MG e parceiros.

Publicado em 08/12/2014 - 09:38    |    Última atualização: 08/12/2014 - 09:38
 

10850838_1534615786780292_2044036458_nO melhor café de Minas Gerais é produzido na região da Zona da Mata. A conclusão veio do Concurso de Qualidade dos Cafés, promovido pela Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural de Minas Gerais (Emater-MG) e parceiros, que neste ano coroaram dois grandes campeões – um da cidade de Espera Feliz e outro de Araponga. Ao todo, foram inscritas 1.025 amostras das quatro áreas produtoras do Estado: Cerrado, Chapadas de Minas, Matas de Minas e Sul de Minas.

Foi uma grande surpresa. Mas, ao inscrever nosso café, sabíamos que tínhamos condições de ganhar em função de um conjunto de fatores, como o trato desenvolvido nas lavouras, o acompanhamento da Emater-MG e até a questão climática atípica deste ano”, afirma o cafeicultor Greciano Lacerda Moura, de Espera Feliz, que venceu na categoria Cereja Descascado, nas Matas de Minas, e ganhou a medalha Sustentabilidade

A amostra vencedora foi cultivada em uma área de 3,6 hectares na propriedade da família de Moura, onde a extensão total da lavoura ocupa 20 hectares. A colheita, que na safra anterior havia sido de 120 sacas, neste período produtivo caiu para menos da metade, ficando em torno de 50 sacas, devido à estiagem.

“Neste ano, tivemos a questão da seca mais rigorosa e, como estamos em uma região fria, a combinação com a seca provocou uma colheita mais baixa. No entanto, com uma planta mais vigorosa, com menos frutos e com mais qualidade no desenvolvimento do grão”, explica.

Greciano Moura também foi do destaque em Sustentabilidade. “Temos uma preocupação muito grande com a questão ambiental. Nossa atividade é sempre orientada através do programa Certifica Minas Café, sobre a legislação e o meio ambiente”.

O outro grande vencedor do concurso foi Roberto Carlos Miranda, de Araponga. “Neste ano eu colhi pouco café. Tratei bem a lavoura e o grão cresceu mais, ficou mais completo.  um café muito graúdo, de peneira boa. A região das Matas de Minas tem condições de ter um dos melhores cafés do mundo”, disse, segundo nota divulgada ontem pela Emater-MG. A atividade de Miranda também é orientada pela empresa de assistência técnica. Ele foi campeão na categoria Natural, nas Matas de Minas.

Moura e Miranda receberam a premiação no último dia 27, em Patos de Minas. Participaram do concurso 1.025 amostras da espécie arábica, safra 2014, tipo 2 para melhor. Após as etapas de classificação, foram escolhidos 33 cafés finalistas, 16 na categoria Natural e 17 na Cereja Descascado. Segundo a Emater-MG, os lotes com maior pontuação foram os vencedores. Foram escolhidos os três melhores cafés de cada região nas duas categorias. Os dois com maior pontuação em cada categoria – de Espera Feliz e Araponga – foram eleitos campeões estaduais e receberam o troféu Melhor Café de Minas Gerais.

Ainda de acordo com a empresa de assistência técnica, o objetivo do concurso é a melhoria contínua dos grãos.

Do Diário do Comércio.


  • Plano Assistencial Familiar Vida

    Rua João Alves de Barros, 277
    Centro - Espera Feliz - MG

    (32)3746-1431

    Plantões
    (32) 98414-4438 / (32) 98414-4440

Clique aqui e veja mais