Mulher é presa por tráfico de drogas em Carangola

A polícia militar de Carangola em cumprimento a um mandado de busca e apreensão expedido pela juíza daquela comarca se dirigiu à casa de uma mulher de 32 anos na tarde deste sábado (28), para efetuar uma busca dentro da residência na presença de testemunhas, encontrando diversos materiais relacionados a comercialização de drogas, dinheiro, além […]

Publicado em 29/07/2012 - 10:03    |    Última atualização: 29/07/2012 - 11:04
 
A polícia militar de Carangola em cumprimento a um mandado de busca e apreensão expedido pela juíza daquela comarca se dirigiu à casa de uma mulher de 32 anos na tarde deste sábado (28), para efetuar uma busca dentro da residência na presença de testemunhas, encontrando diversos materiais relacionados a comercialização de drogas, dinheiro, além de maconha e cheirinho da loló.

De acordo com o boletim de ocorrências da polícia, durante a busca foram encontrados: 20 frascos plásticos pequenos vazios e sem tampas de conta-gotas; 20 tampas plásticas de frascos de conta-gotas; 19 bicos de conta-gotas; dois desfiadores de fumo contendo maconha dentro; um cigarro artesanal de maconha; seis frascos plásticos, conta-gotas, cheios de cheirinho da loló, R$962,00 em dinheiro, em uma das gavetas do guarda-roupa e dois frascos de vidro escuros, vazios, semelhantes aos de xarope, no lixo do quintal.

A autora relatou que não comercializava drogas e que, os produtos encontrados em sua residência eram para seu consumo próprio, uma vez que era dependente química de entorpecentes. Ela disse que havia adquirido a maconha na rua e não quis apontar quem lhe teria fornecido o produto.

Segundo a PM, a mulher declarou que o dinheiro encontrado em sua casa era proveniente do trabalho de seu companheiro em um trailer na cidade. Ela ainda afirmou que os seis frascos contendo cheirinho da loló seriam para seu consumo próprio em uma festa que estava acontecendo na cidade.

De acordo com a autora, ela havia preparado sete frascos, um para cada dia da semana, porém foi ao evento apenas um dia, sobrando os seis que não haviam sido utilizados. Também não quis revelar o nome de quem lhe havia fornecido a substância, declarando apenas que tinha adquirido na rua.

Os militares prenderam a suspeita e apreenderam todo o material encontrado em sua residência, trazendo-os para a delegacia regional de plantão em Muriaé, no bairro Safira.

 

Fonte : Rádio Muriaé

  • Plano Assistencial Familiar Vida

    Rua João Alves de Barros, 277
    Centro - Espera Feliz - MG

    (32)3746-1431

    Plantões
    (32) 98414-4438 / (32) 98414-4440

Clique aqui e veja mais