Hospital Evangélico de Carangola vive uma das piores crises de sua história

O Hospital Evangélico que tem 59 anos de funcionamento, 135 funcionários e que passa por uma das maiores crises de sua história, a de ameaça de desativação caso não consiga recursos para manter sua estrutura funcionando. No hospital encontramos com o provedor, Jaime Silva Machado, com a gerente administrativa, Tarcília Amaral e com o segundo […]

Publicado em 23/08/2012 - 09:26    |    Última atualização: 23/08/2012 - 09:26
 

O Hospital Evangélico que tem 59 anos de funcionamento, 135 funcionários e que passa por uma das maiores crises de sua história, a de ameaça de desativação caso não consiga recursos para manter sua estrutura funcionando. No hospital encontramos com o provedor, Jaime Silva Machado, com a gerente administrativa, Tarcília Amaral e com o segundo tesoureiro e ex-provedor, pastor Éden Antônio Souza. No primeiro momento da reportagem já demonstraram preocupação principalmente com a dívida que o hospital tem hoje, chegando a mais de R$ 900 mil, sendo  cerca de R$ 600 mil só com a folha de pessoal, acertos que já estão na Justiça devido ao atraso e que o hospital foi multado em R$ 23 mil pelo Ministério do Trabalho. A crise no hospital é antiga, mas piorou após ser fechado o PAM – Posto Atendimento Municipal que estava sob sua responsabilidade do hospital através de convênio e até então era repassado pela Prefeitura R$ 119 mil mensais. O que motivou o fechamento teria sido a falta desse repasse nos últimos quatro meses originando a insatisfação dos funcionários pelo não recebimento, e o fechamento da unidade. Diante dos fatos o hospital será obrigado a assumir a dívida com esse pessoal, mas não teria recurso para isso, pois recebe a verba mensal do SUS no valor de R$ 152 mil que dá apenas para manter o funcionamento de alguns setores, o mínimo, ou só a urgência, pois o hospital fecha o mês no negativo, com um déficit de R$ 50 mil. Nesta terça-feira foi feita uma reunião e surgiu a possibilidade de fechamento do hospital, mas até sexta-feira o assunto será ainda muito debatido para tentar evitar o prejuízo para a população. A diretoria está contando com o apoio do Conselho Municipal de Saúde que também espera uma solução positiva para o caso. A situação é delicada também no Setor da UTI – Unidade de Terapia Intensiva que tem os equipamentos alugados de uma empresa privada que não estaria recebendo desde fevereiro, tal pagamento era feito pela Prefeitura.

 

Fonte: Silvan Alves


  • PAULO JOSE LOPES ZANETTI
    conhecido como PAULO DO BANCO DO BRASIL

    ✰06/07/1977     ✞04/12/2021

    O corpo está sendo velado no(a) CAPELA VELÓRIO VIDA DE ESPERA FELIZ e será sepultado às 13:00 horas do dia 05/12/2021 no cemitério MUNICIPAL, em MANHUMIRM

  • JOSE OLINDIO CHEROBIM AMARAL

    ✰08/02/1951     ✞04/12/2021

    O corpo está sendo velado no(a) CAPELA MORTUÁRIA SÃO JOSE DA PEDRA MENINA e será sepultado às 11:00 horas do dia 05/12/2021 no cemitério SÃO JOSE DA PEDRA MENINA, em ESPERA FELIZ

  • LUIZ HELENO DE OLIVEIRA

    ✰12/10/1957     ✞04/12/2021

    O corpo está sendo velado no(a) CAPELA MORTUÁRIA DE PEDRA DOURADA e será sepultado às 15:00 horas do dia 05/12/2021 no cemitério MUNICIPAL, em PEDRA DOURADA

  • Plano Assistencial Familiar Vida

    Rua João Alves de Barros, 277
    Centro - Espera Feliz - MG

    (32)3746-1431

    Plantões
    (32) 98414-4438 / (32) 98414-4440

Clique aqui e veja mais