Espera Feliz coleta assinaturas da campanha ‘Mar de Lama Nunca Mais’

O posto para a coleta de assinaturas foi montado em frente à prefeitura municipal.

Publicado em 15/06/2016 - 09:57    |    Última atualização: 15/06/2016 - 09:58
 

Mar de Lama Nunca Mais EF1 (13)A Polícia Militar de Meio Ambiente e a Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Alto Caparaó participaram da mobilização “Mar de Lama Nunca Mais”, organizado pelo Ministério Público Estadual em parceria com a Secretaria de Meio Ambiente de Espera Feliz, coordenada por Rodrigo Carrara.

O Cabo Ladsmar Silveira da Polícia de Meio Ambiente de Alto Caparaó e o Secretário de Meio Ambiente também de Alto Caparaó Rafael Santana conciliaram esporte e meio ambiente. Eles fizeram o trajeto de Alto Caparaó a Espera Feliz de bicicleta, pedalando mais de 70 km só para assinarem o manifesto.

O posto para a coleta de assinaturas em apoio à campanha “Mar de Lama Nunca Mais” foi montado no Centro de Espera Feliz. A ação foi realizada em parceria entre a Secretaria Municipal de Meio Ambiente, a Polícia Militar de Meio Ambiente (Alto Caparaó) e a Câmara Municipal de Vereadores e teve apoio da Promotoria de Justiça da comarca.

O secretário de Meio Ambiente do município, Rodrigo Carrara, conta que assim que tomou conhecimento da proposta de Lei que busca o maior controle dos empreendimentos minerários do Estado não teve dúvidas de que deveria colaborar. “A possibilidade de contribuir com a criação de uma Lei como essa, que acreditamos que será de grande importância, nos estimulou a participar. É uma forma de transformar toda a revolta que temos diante dos crimes ambientais que vemos ocorrer em ação efetiva”, afirma.

“Não podemos deixar o maior desastre ambiental da história do nosso país cair no esquecimento! Juntos somos fortes!”, destacou o Cabo Ladsmar.

Também deram cobertura ao evento Sargento Ferreira e Cabo Cerqueira, da Polícia Militar de Meio Ambiente.

NOVA LEI MAIS RIGOROSA

A campanha “Mar de Lama Nunca Mais” busca coletar assinaturas para um projeto de Lei que pretende aumentar o rigor na fiscalização de barragens de mineração. A proposta do Projeto foi elaborada pela força-tarefa do Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) que atua nas investigações do rompimento da barragem de Fundão, em Mariana, que afetou toda a bacia do Rio Doce, em Minas Gerais e Espírito Santo.

Do Portal Caparaó.


  • Plano Assistencial Familiar Vida

    Rua João Alves de Barros, 277
    Centro - Espera Feliz - MG

    (32)3746-1431

    Plantões
    (32) 98414-4438 / (32) 98414-4440

Clique aqui e veja mais