Adolescentes assaltam posto, matam cliente e são mortos após atirar contra a PM

Troca de tiros com a polícia terminou com a morte dos dois assaltantes.

Publicado em 19/09/2022 - 09:29    |    Última atualização: 19/09/2022 - 09:29
 

SÃO JOÃO DO MANHUAÇU (MG) – Dois adolescentes de Manhuaçu, de 17 e 13 anos, foram mortos após atirar contra a viatura da Polícia Militar na BR-116, na madrugada deste domingo, 18/09. Mais cedo, eles roubaram uma moto em Muriaé, assaltaram um posto em São João do Manhuaçu, mataram um cliente e roubaram o carro dele.

A cronologia dos fatos começa em Muriaé. Por volta de 20h30 de sábado, uma motocicleta foi roubada. Mais tarde, os dois jovens, que eram primos, chegaram a um posto de combustíveis em São João do Manhuaçu e abastecerem a moto. Na hora de pagar, mostraram a arma de fogo para o frentista e fugiram sentido a Realeza pela BR-116.

Michel José Gomes da Silva, de 22 anos, estava no posto abastecendo e percebeu toda a ação criminosa. Ele embarcou no Corolla e saiu em perseguição aos criminosos.

No mesmo instante, a Polícia Militar foi acionada por conta do crime no posto. Daí a pouco, nova informação para a PM dava conta de disparos de arma de fogo na entrada de São Sebastião da Vista Alegre.

Continua após a publicidade...

Quando a PM chegou, encontrou Michel assassinado. Testemunha contou que ele alcançou os ladrões, parou o veículo e foi em direção à motocicleta. Os bandidos o mataram com dois tiros, abandonaram a moto e assumiram a direção do Corolla. A amiga da vítima, que estava no carro, foi ordenada que saísse correndo.

A jovem foi até o posto de saúde em São João do Manhuaçu. Nesse intervalo, a PM recebeu outra notícia: um Corolla bateu num barranco, próximo à entrada do córrego Jatobá.

Militares que seguiam de Manhuaçu para ajudar nas buscas pelos autores foram surpreendidos com disparos na curva do km 596, já próximo a entrada de Bom Jesus do Realeza. Eram os dois autores dos crimes.

Houve troca de tiros. A PM baleou os dois criminosos. O SAMU foi acionado, mas não havia o que fazer e apenas confirmou as mortes. Os jovens eram de Manhuaçu, mas estariam morando em Muriaé há algum tempo.

A perícia técnica da Polícia Civil foi acionada e foram localizadas as três armas – uma garrucha calibre 32 com um cartucho deflagrado e um cartucho intacto, um revólver calibre 38 com 4 munições deflagradas e uma terceira (encontrada pelo cão Aquiles).

Segundo a PM, os dois primos eram conhecidos no meio policial com diversas passagens em Manhuaçu com o envolvimento no crime de tráfico de drogas e também em crimes contra a vida.

Continua após a publicidade...

Jailton Pereira – Portal Caparaó


  • Plano Assistencial Familiar Vida

    Rua João Alves de Barros, 277
    Centro - Espera Feliz - MG

    (32)3746-1431

    Plantões
    (32) 98414-4438 / (32) 98414-4440

Clique aqui e veja mais