Ação inédita do Governo de Minas vai beneficiar Apaes da Zona da Mata

Centros Tecnológicos de Capacitação serão implantados em 148 municípios. O censo de 2010 mostrou que o Brasil possui 45 milhões de pessoas com deficiência, o que representa 24% da população. Diante desse cenário, o Governo de Minas tem atuado diretamente em políticas que possibilitem a inclusão social. Para isso, a Secretaria de Estado de Ciência, […]

Publicado em 06/02/2012 - 19:55    |    Última atualização: 06/02/2012 - 19:55
 

Centros Tecnológicos de Capacitação serão implantados em 148 municípios.

O censo de 2010 mostrou que o Brasil possui 45 milhões de pessoas com deficiência, o que representa 24% da população. Diante desse cenário, o Governo de Minas tem atuado diretamente em políticas que possibilitem a inclusão social. Para isso, a Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Sectes)  iniciou, em 2011, a implantação dos Centros Tecnológicos de Capacitação nas Associações de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apaes) de Minas Gerais.

O centro vai facilitar o acesso de cada  Apae à internet e às redes sociais, criando uma rede tecnológica de integração das unidades. Será formado por centros de inclusão social e oficinas de capacitação profissional que irão funcionar em 148 municípios mineiros, sendo cinco da Zona da Mata: Carangola, Miraí, Piedade de Ponte Nova, Ponte Nova e Viçosa. Cada centro de inclusão social terá cinco computadores adaptados com aparelhos que possibilitam atender diferentes tipos de deficiência. Já as oficinas de capacitação profissional serão inseridas em 103 municípios, sendo 54 relacionadas à culinária e 49 à produção de picolé. O objetivo é melhorar a qualificação da mão de obra de pessoas com deficiência, possibilitando melhores oportunidades no mercado de trabalho.

Para o secretário de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Narcio Rodrigues, a ação evidencia como a ciência e tecnologia podem se converter em espaço para construção da cidadania e ser um instrumento para valorizar o ser humano. De acordo com ele, a previsão é de que todos os centros tecnológicos sejam instalados no ano de 2012. O projeto é resultado da parceria entre o Governo de Minas, a Federação Nacional das Apaes (Fenapaes) e a Federação das Apaes do Estado de Minas Gerais, com recursos que somam R$ 5,4 milhões divididos igualmente entre o Governo do Estado e o governo federal, por meio de emenda do deputado federal Eduardo Barbosa, que preside a Fenapaes.

Com informações da Agência Minas


  • Plano Assistencial Familiar Vida

    Rua João Alves de Barros, 277
    Centro - Espera Feliz - MG

    (32)3746-1431

    Plantões
    (32) 98414-4438 / (32) 98414-4440

Clique aqui e veja mais